Segundo prefeitura de Paulista, fiscalização garante bom índice de isolamento no município

Segundo a Prefeitura de Paulista, a taxa de isolamento social na semana no município variou de 52% a 48%. A gestão atribui o resultado às ações integradas realizadas, todos os dias, em parceira com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Mesmo fora do grupo de municípios inseridos na quarentena do governo do estado, Paulista é a quarta cidade melhor colocada da RMR e a 10ª de Pernambuco. A fiscalização envolve equipes da Diretoria de Controle Urbano (DCU), Defesa Civil, Guarda Municipal e Procon Paulista.O foco está em praças, parques e praias, evitando aglomeração de pessoas. O comércio não essencial também está sendo acompanhado, assim como eventuais inflacionamentos de produtos.

“Ações educativas também estão sendo realizadas nas feiras e mercados públicos, para orientar as pessoas a se higienizarem constantemente com água e sabão ou álcool em gel e a utilizarem os equipamentos de proteção individual como luvas e máscaras ao saírem de casa”, informou a gestão.

Tecnologia
Para conter o avanço da doença, o município ainda tem feito o uso da tecnologia. Através das câmeras de vídeo monitoramento do Centro Integrado de Segurança (CIS), os Guardas Municipais, Policiais Militares e Agentes de Trânsito fazem o monitoramento de diversos pontos da cidade, como destaca Manoel Alencar, secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil do município.

“Bairros como Maranguape I, Pau Amarelo, Janga, Engenho Maranguape, Jardim Paulista, Paratibe estão sendo monitorados diariamente pela equipe que trabalha no Centro Integrado de Segurança. Quando, através das câmeras, é detectado algo que não vai de encontro as medidas de restrições das autoridades de saúde para conter o avanço da Covid-19, a viatura que estiver mais próxima do local é acionada para tomar as medidas cabíveis. Temos feito também, todos os dias, uma programação de fiscalização em cima das denúncias que nos são repassadas pelo aplicativo Paulista Conectada”, importante aliado da população neste momento, afirmou Alencar.

Números oficiais (de 25 a 29 de maio)
579 pessoas foram abordadas e orientadas a usar os EPIs
252 estabelecimentos foram visitados
139 estabelecimentos estavam abertos conforme o decreto 21 estabelecimentos foram fechados amigavelmente
22 estabelecimentos foram interditados
63 estabelecimentos estavam fechados
Quatro proprietários de estabelecimentos foram conduzidos ao Departamento de Polícia

Fonte: DP