Decreto estadual impede realização de aulas presenciais, devido à pandemia do novo coronavírus.

Procon de Paulista, no Gramde Recife, interditou um curso que estava com aulas presenciais

O Procon de Paulista, na Região Metropolitana do Recife, interditou um curso profissionalizante que estava funcionante irregularmente. A instituição oferecia aulas presenciais, o que está proibido por decreto estadual, emitido por causa da pandemia do novo coronavírus.

A ação do Procon de Paulista ocorreu na segunda-feira (6). Segundo o órgão, a interdição ocorreu depois de denúncias feitas por e-mail. O nome da instituição não foi divulgado.

“Nós recebemos inclusive fotos, mostrando que estavam ocorrendo aulas presenciais no local. Mesmo que tenha todo o protocolo de segurança, não pode ter aula presencial. Determinei que fosse imediatamente ao local”, explicou Lídio Souto Maior, superintendente do Procon municipal de Paulista.

A administração do curso terá até 10 dias para se defender. Além da interdição, a instituição pode estar sujeita a pagamento de uma multa.

“Nós já havíamos feito uma visita educativa ao local, em junho, como em outros cursos, explicamos que eles poderiam fazer aulas de forma remota, mas explicamos que as aulas não poderiam acontecer presencialmente”, afirmou Souto Maior.

O Procon de Paulista ainda não está fazendo atendimentos ao público, mas tem dois canais para receber denúncias: o telefone (81) 3438-7839 e o e-mail [email protected]

Fonte: G1 PE