Na manhã deste sábado (18), nove estações de Bus Rapid Transit (BRT) foram alvo de assaltos na PE-15, em Olinda e Paulista, Grande Recife. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, os crimes aconteceram entre às 9h e 10h nas estações: Pelópidas Silveira, José de Alencar, Hospital Central, Aluizio Magalhães, Jupirá, Tabajara, São Salvador, Butrins e Quartel.

Os criminosos pegaram o transporte público na Estação Pelópidas Silveira, em Paulista, e foram promovendo arrastões em todos as plataformas dos coletivos. Nas ações eles roubavam pertences e dinheiro de funcionários e passageiros, que estavam aguardando o coletivo. Após o último crime, na Estação Quartel, os suspeitos fugiram.

De acordo com o diretor de comunicação do Sindicato de Rodoviários, Genildo Pereira, o clima nas plataformas é de insegurança. “Foi chamada uma guarnição, mas em nenhum momento a polícia apareceu. Isso mostra a falta de policiamento no transporte público da Região Metropolitana do Recife. Não estamos descartando nenhum movimento de reivindicação por segurança”, declarou. As vítimas estão prestando uma queixa na Central de Flagrantes da Capital, na Boa Vista, área central do Recife.

Outros casos – Durante a madrugada de hoje a Estação Butrins já tinha sido alvo de assaltantes. Na ação, os criminosos chegaram de carro e renderam o vigilante da plataforma. Eles levaram todo o dinheiro do local e conseguiram fugir.

Na última semana, quatro estações do BRT localizadas na PE-15, em Olinda e Paulista, Grande Recife, foram roubadas. De acordo com Sindicato dos Rodoviários, todos os crimes aconteceram de forma semelhante e resultaram no roubo das máquinas de recarregar bilhetes de passagem. Os pontos assaltados foram: Aloísio Magalhães, Jupirá, Tabajara e São Salvador, que também foram alvo dos arrastões.

Fonte: JC Online